8 de fev de 2013

SESC Quitandinha - Exposição LUGAR COMUM

16 artistas convidados pelo Curador Marcelo Campos e 
com afinidades em Petrópolis participam desta exposição 

"OBELISCO" 
criado especialmente para esta exposição






Sou do tempo em que o artista não precisava explicar suas obras

Embora acreditando que toda obra de Arte possa ter centenas de interpretações não gosto de definições ou “bulas de consumo”. Tenho visto teorias que surgem antes, durante e depois das obras prontas ...
Deixo bem claro que não sou contra e nem a favor... Atualmente os artistas fazem doutorados e mestrados para justificarem suas criações, ou para se adaptarem as exigências de uma “nova” cultura e/ou serem inseridos no mercado de arte. Ainda bem que, cada um pode escolher “ser livre” ou não para criar. Arte pressupõe liberdades.
Construo minha imagem, meu universo e meu vocabulário procurando ficar livre das influências externas sejam elas históricas ou sociais... fora dos “ismos”...
Considero-me um artista independente, fora de grupos, escolas ou modismos que busca expressar-se dentro das questões universais da arte. Minhas inquietudes giram em torno de velhas questões da arte tipo: a Repetição de Formas, as Perspectivas, o dentro e o fora, os suportes, os materiais descartáveis, a Pintura Fora da Pintura, etc, etc...
Penso que não existe arte boa ou arte ruim seja ela explicada, conceitualizada, teorizada ou “embulada” ... Pra mim arte é “Arte” ou não é “Arte”.
A obra “OBELISMO” foi criada especialmente para a Exposição Lugar Comum e realizada, em função do espaço expositivo. Utilizei um tapete vermelho em forma de coração, o resto de cadeira pintada com listras azuis e douradas com aplicação de torneados e pequenos brinquedos, um pedaço de cavalete pintado de preto com discretos detalhes e uma plaquinha RJ-Petrópolis, um triângulo listrado verde com aplicações de vegetação “fake” e uma inscrição “eu não sou você...” materiais “comuns” encontrados no meu atelier preparados e montados em forma de obelisco .
O que faz desses objetos amontoados uma “obra de arte” ?
1-O fato de estar em uma galeria de arte ?
2-O fato de ter sido criada por um artista ?
3-O fato de ter sido criada apenas para o deleite sensível, mental e espiritual e não servir para mais nada ?
Pense neles apenas como uma experiência estética.
http://issuu.com/paulomendesfaria/docs/catalogo2011_porpagina

Nenhum comentário: